Objetivos

Há uma comunidade crescente de investigadores em Portugal que estuda e procura compreender a morfodinâmica dos sistemas costeiros (praias, embocaduras e estuários). São inúmeros os exemplos de alterações da morfologia dos sistemas costeiros decorrentes dos fenómenos de erosão e assoreamento que afetam outros processos e a vivência das comunidades. A monitorização e a simulação numérica constituem ferramentas essenciais para compreender, analisar e prever o comportamento destes sistemas a longo termo ou sob a ação de eventos extremos. Os resultados destes estudos devem ser divulgados dentro da comunidade científica e técnica, e transmitidos aos decisores. A 4ª conferência sobre morfodinâmica estuarina e costeira decorre do interesse suscitado nos anteriores encontros organizados no Laboratório Nacional de Engenharia Civil, em 2011, na Universidade de Aveiro, em 2013, e na Universidade do Algarve em 2015 e pretende contribuir para um melhor conhecimento da zona costeira e da sua gestão. Os principais objetivos desta conferência são:

  • Promover a discussão sobre os temas de dinâmica sedimentar costeira em Portugal;
  • Fomentar a troca de experiências entre investigadores, projetistas e gestores da zona costeira;
  • Divulgar os resultados de projetos de investigação importantes para a morfodinâmica da zona costeira.